Medicamentos para o Tratamento da Ejaculação Precoce

Ainda não existe um medicamento específico para o tratamento da ejaculação precoce. No entanto, como a maior parte dos homens que sofre desse problema tem suas causas na ansiedade sexual, os remédios mais utilizados são antidepressivos, que aliviam as tensões, pois são inibidores da recaptação da serotonina, agindo sobre os neurônios. Por outro lado, os antidepressivos geram efeitos colaterais. Por isso, eles passaram a ser utilizados em uma proporção menor para que os efeitos não se transformem em outro transtorno para o homem.

Atualmente, um medicamento a base do antidepressivo depoxetina chamado Priligy foi liberado na Europa. Ele está sendo vendido em doses de 30 mg e de 60 mg. De acordo com um estudo realizado com 6 mil homens, a droga aumentou em média 62 segundos o período ejaculatório nos homens que tomaram o Piligry de 30 mg, enquanto os que foram tratados com o de 60 mg conseguiram prolongar esse tempo em até 4,5 minutos. Ele deve ser tomado de uma a três horas antes da relação sexual e não tem efeitos colaterais. O medicamento ainda não foi liberado nos Estados Unidos e ele ainda não tem previsão para chegar ao Brasil.

Outro medicamento que tem surtido efeito é o spray de PSD502, que é um composto de aerossóis com lidocaína e prilocaína, que têm propriedades propulsoras. Ele deve ser pulverizado três vezes na glande peniana 5 minutos antes da penetração. Ele aumenta em média três minutos o período de latência ejaculatória. No primeiro mês de uso, o tempo pode triplicar e, com o uso contínuo, a tendência é que o tempo aumente.

Há outros antidepressivos que são usados para retardar a ejaculação. São eles o fluoxetina, encontrado no Prozac, o paroxetina, no Paxil e o sertralina, no Zoloft. Eles podem funcionar como tratamento, mas têm seus efeitos colaterais, como ganho de peso, problemas na pele e até a perda da ejaculação.

Alguns homens utilizam drogas para a disfunção erétil como o Viagra, o Levitra ou o Cialis. No entanto, ao invés de ajudarem, essas drogas, além de não funcionarem para esse tipo de problema, podem até piorá-lo.

Na internet, há alguns medicamentos que prometem solucionar o problema, porém, não são comprovados cientificamente. A propaganda diz que são feitos com compostos de ervas medicinais e que diminuem a sensibilidade do pênis, aumentando então o período de latência ejaculatória. Alguns deles são o gel Retarder e os comprimidos Prasex e Delay.

Porém, antes de usar um desses medicamentos, consulte o seu médico para que não causem danos ainda maiores em seu sistema ejaculatório.

Os tratamentos naturais, como exercícios para treinar a musculatura pélvica ou um diálogo aberto com a sua parceira são os mais indicados, pois não causam efeitos colaterais, além de serem simples e fáceis de serem realizados para se ter uma vida sexual plena e feliz. Saiba mais.

GD Star Rating
loading…

Meu nome é Luiz Alfredo e sou o autor do livro digital "Ejaculando com Controle: Básico e Avançado". Sofri durante muitos anos de ejaculação precoce e hoje ensino as pessoas a como acabar com a ejaculação precoce de vez e enfim ter uma vida sexual maravilhosa.


Todos os direitos reservados E-Commerce Publicações Digitais LTDA - Copyright © EjaculandocomControle.com . - Termos de Uso e Privacidade -