Desempenho sexual: Saiba quais alimentos atrapalham o sexo

Você já notou que a sua performance não tem sido tão satisfatória como você gostaria? Sabia que apenas 1 a cada 3 homens se preocupam com os alimentos para desempenho sexual?

Se você costuma sentir falta de ar ou outras sensações de desconforto que te deixam menos disposto para praticar o sexo, talvez esteja na hora de rever suas ações diárias.

Pois, saber como melhorar o desempenho sexual com hábitos saudáveis pode ser a solução para o seu problema.

Homens que se negam a mudar de hábitos acabam agravando os sintomas que tanto incomodam durante suas relações sexuais.

Portanto, comece a reavaliar suas atitudes, de modo a priorizar hábitos saudáveis e abandonar ou diminuir alimentos e práticas que tendem a piorar a sua preparação para os esforços exigidos no sexo.

Após colocar em prática todas as dicas a seguir, certamente você notará melhoras.

Mas se você já possui hábitos saudáveis e mesmo assim percebe que precisa de uma disposição extra para o sexo, aconselhamos que você conheça o BullCaps.

Suas cápsulas são formuladas por um complexo de elementos naturais afrodisíacos, o que evita efeitos colaterais indesejáveis.

Melhorando o Desempenho Sexual com hábitos saudáveis

O primeiro passo para aprimorar sua performance é reconhecer que seus hábitos precisam de mudanças. Pois só com elas você terá melhores condições de lidar com os estímulos sexuais e esforços físicos da relação.

Sendo assim, leve em conta todos os elementos na sua vida que interferem na sua capacidade de explorar seu potencial masculino na hora h.

Em seguida, faça uma lista contendo as coisas que podem ser alteradas por você, desde aquilo que você deve aprimorar até os hábitos que te atrapalham nas relações sexuais.

E que, portanto, devem ser evitados. Depois de fazer isso, coloque em prática as modificações planejadas por você.

Mas lembre-se de que o ideal é mudar gradualmente, pois uma alteração radical e súbita também pode ser prejudicial para o seu organismo.

Alimentação balanceada

Um dos elementos que influenciam no seu desempenho sexual é a alimentação.

Porque ao manter uma alimentação equilibrada, seu corpo fica muito mais acostumado a eventuais atividades físicas, inclusive o sexo.

Por isso, é fundamental comer de modo saudável com regularidade.

Em vez de se empanturrar em poucos momentos durante o dia, opte por diversas refeições balanceadas ao longo do dia. Além disso, elimine ou reduza o consumo de alimentos que não fazem bem.

Comida e sexo são prazeres muito próximos. O ‘apetite culinário’ interfere no apetite sexual. Alguns alimentos podem estimular.

No entanto, outros alimentos podem ser totalmente ‘antiafrodisíacos’, causando sonolência, inchaço, indisposição e afetar de forma negativa seu desempenho sexual.

Além disso, a alimentação exerce uma influência direta na produção de gases intestinais. E eles são totalmente indesejáveis durante o sexo, não é mesmo?

Alimentos que podem atrapalhar seu desempenho sexual

Seja por causar algum desconforto abdominal, sonolência, metabolismo lento ou diminuição da libido, é importante conhecer quais são esses alimentos.

Evite-os principalmente se você quiser mais noites românticas com a sua parceira.

Consumo de Substâncias Tóxicas

desempenho sexual

Homens que têm o hábito de beber com frequência devem reduzir a ingestão de álcool. Na quantidade certa, a bebida alcoólica pode deixar a pessoa mais desinibida, relaxada e interessada.

Se consumida em excesso, no entanto, passará da fase do estímulo para a da depressão, diminuindo o desempenho sexual.

Ou seja, será totalmente desestimulante, causando até mesmo dificuldades de ereção. O mesmo vale para quem fuma e consome outras substâncias prejudiciais ao organismo.

Além de comprometer outras áreas da saúde, a ingestão de substâncias tóxicas é bastante prejudicial para o seu desempenho sexual.

Começamos pelas substâncias tóxicas pois são o principal alerta. Mas considere todos os itens abaixo na hora de se preparar para a mudança alimentar.

Porque eles podem estar atrapalhando o seu desempenho sexual por causarem desconfortos variados.

1. Carnes Vermelhas

Deixam o metabolismo lento, causando sonolência e desânimo

2. Derivados do Leite

São alimentos de difícil digestão e podem causar inchaço abdominal, desconforto e flatulências.

3. Derivados da Soja

A soja contém fitoestrógenos que, se consumidos em excesso, podem levar à diminuição dos níveis de testosterona. Fitoestrógenos são substâncias vegetais utilizadas como repositores hormonais fitoterápicos, que possuem ação metabólica semelhante ao estrogênio (hormônio sexual feminino).

4. Algumas Verduras

Brócolis, repolho, couve-flor, couve de Bruxelas: Assim como os derivados do leite, podem causar desconforto abdominal e gases.

5. Adoçante artificial, maçãs, ameixas, pêras, feijão, cebola e alho

Da mesma forma que as verduras citadas e os laticínios, esses alimentos também podem causar inchaço abdominal, desconforto e a produção de gases.

6. Água tônica

Em um estudo realizado pela Universidade de Lagos, na Nigéria, o quinino da água tônica baixou os níveis de testosterona em ratos. Outro estudo constatou uma baixa concentração de espermas relacionada ao consumo da substância.

7. Alcaçuz

Componente presente nas balas de goma, a alcaçuz tem sido utilizada para diminuir os níveis de testosterona, o que leva à redução da libido, tanto em homens quanto em mulheres, de acordo com estudo publicado no New England Journal of Medicine.

8. Bebidas gaseificadas e chiclete

Provocam o acumulo de ar no estômago, que podem gerar arrotos. Os refrigerantes também causam retenção de líquido e deixam a barriga inchada, pois são ricos em sódio.

9. Cachorro-quente

Possui muita gordura saturada, o que pode entupir as artérias vaginais e penianas, tornando o ato sexual desagradável.

10. Farinha branca e refinados, açúcar e frituras

Assim como a carne vermelha, causam sonolência e desânimo, pois reduzem a velocidade do metabolismo e com certeza farão com que o desempenho sexual não seja dos melhores.

11. Hortelã-pimenta

Tem sido usada para reduzir os níveis de testosterona, diminuindo o apetite sexual.

Para garantir uma relação sexual de qualidade, o ideal é fazer uma refeição com alimentos leves e de fácil digestão, com pouca gordura e açúcar, entre uma hora e meia e duas horas antes do sexo.

O cuidado com a alimentação aliado às dicas abaixo sobre atividades físicas, qualidade do sono e sexo saudável aumentarão o seu desempenho sexual.

Pratique Atividades físicas

Além de se alimentar bem, você precisa fazer atividades físicas regularmente.

Se você não tem tempo, dinheiro ou disposição para se exercitar todos os dias, reserve algumas horas por semana para realizar exercícios físicos que te deixem bem consigo mesmo.

Quando pensamos em exercícios físicos, costumamos associar tais atividades a esportes.

No entanto, é possível se exercitar de várias maneiras, inclusive por meio de práticas que não sejam esportivas ou competitivas.

É o caso de caminhadas, musculação ou até mesmo aulas de dança. Basta escolher o que proporciona mais momentos de prazer e não atrapalha a sua rotina.

Se puder aliar a isso alguns exercícios específicos para aumentar o desempenho sexual, melhor. Sua performance será potencializada.

Para esses exercícios nós indicamos o Programa CAE4S, um curso que oferece uma série de técnicas que garantem o Controle Absoluto da Ejaculação em 4 Semanas.

Nada melhor do que manter a o sexo pelo tempo que desejamos. Proporcionando, assim, muito prazer e satisfação a nós e às nossas parceiras.

Durma bem e por tempo suficiente

 desempenho sexual

O sono também proporciona um ótimo condicionamento físico, mental e sexual. Basta que você durma uma quantidade de horas suficiente para recuperar as energias gastas durante o dia.

Não adie a hora de dormir e nem leve para a cama muitas distrações.

Não aperte o “botão soneca” pela manhã, pois ele não recuperará o sono perdido e te deixará ainda mais cansado. Isso porque você entrará novamente no ciclo do sono, ele será interrompido bruscamente e você se sentirá mais sonolento.

A qualidade do sono interfere no desempenho sexual e vice-versa.

Pois, se você dormiu bem, está mais descansado para o sexo. E se o sexo foi prazeroso para o casal, o relaxamento em um sono profundo após essa prática saudável será garantido.

Caso você sofra de algum distúrbio do sono, não demore a procurar auxílio de um profissional adequado, pois isso pode ser crucial para o seu desempenho na cama.

O seu desempenho também pode estar sendo afetado pela qualidade do sexo de vocês ou mesmo pela saúde do relacionamento. É sobre isso que falaremos a seguir.

O Verdadeiro Sexo Saudável

Hoje em dia, por causa de toda a informação disponível, seja na TV, na publicidade, nos filmes ou na internet, a exigência por um melhor desempenho sexual tem só aumentado.

Por isso, o crescimento da ansiedade, da insegurança e da insatisfação com nossa própria sexualidade vem surgindo como resultado.

E esses sentimentos, são, em geral, as principais causas da ejaculação precoce.

Antigamente, cabia ao homem ser o responsável somente pelo sustento da família. Cuidar da casa e dos filhos era a função de sua esposa.

O sexo era tido como uma coisa masculina e considerado apenas uma ‘obrigação’ para a mulher.

A qualidade do sexo, era, portanto, insatisfatória por não criar uma boa conexão entre o casal. Era, então, um sexo sem saúde, sem vitalidade.

O mundo atual já entrou na concepção de que homem e mulher participam juntos dos mesmos desejos e atividades.

A mulher passou a ter mais direitos sociais e acesso ao mercado de trabalho. O homem passou a interagir mais emocionalmente com a sua família.

Percebeu que precisa educar seus filhos e se responsabilizar também com as demandas de sua própria casa.

Tudo isso mudou a percepção sobre a relação sexual. Porque ambos gostam, sim, de sexo e querem dar e receber prazer nessa prática.

Quanto mais conectado e prazeroso, quanto mais envolva a satisfação de ambos, melhor. Esse é o verdadeiro sexo saudável.

Vida Sexual e Relacionamento

desempenho sexual

E é por causa dessa nova e legítima necessidade de satisfação que surgem o estresse, a insegurança, a ansiedade, e com elas, as disfunções sexuais, principalmente a ejaculação precoce.

O maior problema da ejaculação precoce não é o tempo, mas sim a insatisfação. Se a relação sexual acontece rápido demais para a expectativa do casal, fica a sensação de que tudo aconteceu muito depressa.

Mas o pior é o desapontamento feminino porque o parceiro já ejaculou e ela não sentiu prazer. O homem também se sente frustrado em não conseguir proporcionar o orgasmo da parceira, e se cobra muito por isto.

Sua masculinidade é praticamente colocada à prova pelo seu desempenho sexual insatisfatório.

A consequência pode ser a ruína do relacionamento, porque, sem chance de sentir prazer, a mulher acaba perdendo o interesse em continuar investindo na relação.

Não podemos negar a grande influência do sexo na qualidade de vida das pessoas. Porque a satisfação sexual faz parte da boa saúde. Ainda mais no relacionamento entre o casal. Por isso, não fique aí sofrendo.

O papel da parceira no Desempenho Sexual

Não é pequeno o número de casais que vivem juntos por longos anos nessa situação. São casos em que o homem não percebe ou não se importa em ter ejaculação precoce.

E a esposa, que pode nunca ter sentido um orgasmo na vida, também não conversa com o marido sobre a situação.

Os estudos sobre a sexualidade masculina demonstram a importância da colaboração da parceira no diagnóstico e no auxílio ao tratamento da ejaculação precoce.

O relacionamento do casal é um dos elementos essenciais para que o homem busque a cura para seu problema.

Envolver a companheira neste processo ajuda a melhorar o relacionamento que, devido à ejaculação precoce, não costuma estar nada bem.

A ejaculação precoce prejudica a harmonia do relacionamento como um todo.

E a cobrança excessiva da mulher para que seu parceiro tenha um desempenho sexual mais satisfatório, só agrava o problema.

Sem a compreensão da companheira, conseguir se livrar desta condição pode ser muito difícil.

A dica para manter um relacionamento saudável e duradouro é: nas relações sexuais cada um deve se autoconhecer e conhecer o outro também.

Se o homem se preocupar com o próprio prazer e com o da parceira, e ela se importar também com o prazer dos dois, o sexo vai funcionar bem.

Porque geralmente cada um sabe do que precisa para chegar ao ápice, e se isso é compartilhado, o desempenho sexual é muito mais prazeroso.

Sem pressão, sem cobrança, e sim com muito companheirismo e respeito.

E quando o relacionamento não é saudável?

Às vezes o próprio relacionamento pode afetar o desempenho do homem e causar a ejaculação precoce.

Se você não apresentava essa condição em outros relacionamentos, é provável que a causa seja a parceira ou o andamento da relação, algo que não necessariamente é culpa de vocês.

Por isso, fique atento! Se o distúrbio sexual não fazia parte de sua vida, ou era algo esporádico e agora é frequente, você precisa avaliar o que mudou e buscar ter novamente uma vida mais feliz.

Pratique hábitos saudáveis para o seu total equilíbrio físico, emocional e sexual. Viva bem e feliz ao lado de quem se ama!

Este post foi inicialmente publicado em 16 de Março de 2015 e atualizado em 22 de agosto de 2018.

Já Deixou O Seu Comentário?

A Sua Opinião É Fundamental, Participe!

Leia tambem:

como satisfazer a mulher na cama

Como deixá-la mais satisfeita no sexo, todos os dias

como fazer para aumentar o pênis

Como fazer para aumentar o pênis: 6 métodos possíveis!

squirt

Squirt Desmistificado: Como Fazer sua Parceira Jorrar de Prazer

AUMENTE SUA POTÊNCIA
EM APENAS 10 DIAS
COM ESTE EBOOK 100% GRATUITO!