4 fatores que causam INFERTILIDADE MASCULINA e como tratá-la

Gostou desse artigo?

Existe um mal que acomete cerca de 30% dos casais atualmente, causando transtornos no relacionamento, baixa da autoestima e até depressão e sofrimento para ambas as partes. Essa é a Infertilidade Masculina, que ao contrário do que muitos pensam, não acontece em maior frequência nas mulheres, não possui apenas uma causa de origem e tão pouco apenas um sintoma.

O que é ser Pai? Você já parou para pensar como seu pai reagiu quando soube da paternidade? Ser pai (ou ser mãe) é algo que muda consideravelmente a rotina, as perspectivas e as atitudes masculinas para adequar-se aos cuidados com o bebê.

Para a maioria é um momento mágico, tanto para o homem quanto para a mulher. Nesta fase o casal se une ainda mais para um bem comum, para curtir a “novidade” que os conquista a cada nova risada, banhos e papinhas.

O casal está apto a renovar o companheirismo e criar um laço muito maior no relacionamento e na constituição de uma família.

infertilidade masculina

Infertilidade aflige 30% dos casais

Infelizmente esta realidade, a paternidade, parece distante e dizemos até que, impossível, para muitos homens. A infertilidade masculina é algo sério e muitas vezes só é percebida após anos de casamento, quando o casal começa a se programar para a chegada do primeiro filho.

O homem sente os indícios, mas, seja por falta de conhecimento ou de iniciativa, posterga a consulta a um Urologista ou Andrologista, médico especialista em saúde sexual masculina.

Existem algumas formas de saber se você é estéril antes mesmo de ter um relacionamento. Inclusive, indicamos totalmente que faça o que vamos indicar mais à frente para se certificar de que o problema, caso você o tenha, seja tratável da forma mais ASSERTIVA possível.

Então a infertilidade não é um problema exclusivamente feminino?

Não, é um problema do casal. Os dados são claros: em 30% dos casais, o problema é encontrado no homem e, em 20%, o problema está tanto no homem quanto na mulher.

Assim, podemos dizer que em 50% dos casais inférteis, o homem está envolvido na causa da infertilidade.

infertilidade masculina

Quando o casal programa a concepção de um filho, geralmente os dois, homem e mulher, fazem um procedimento de rotina: consultas, exames e prognósticos que irão orientar a nova vida do casal, práticas para os dois se saírem bem na programação (pré-natal) e o mais importante, conferir a possibilidade da fertilidade ocorrer com sucesso.

Em geral, quando o casal passa por esse trâmite, fica muito mais fácil identificar qualquer distúrbio relacionado à esterilidade ou infertilidade masculina.

Mas com certeza você conhece alguém ou já ouviu alguém se queixar de não conseguir ser pai, de não conseguir fazer a esposa engravidar, de insistir em produtos que dizem “Garantir a concepção” ou “Fazer milagre” para engravidar a parceira.

Bom, buscar artifícios sem consultar um especialista pode colocar sua saúde ainda mais em risco, pois é preciso conhecer a origem da disfunção.

Infertilidade e Esterilidade:
“Porque não consigo engravidar minha esposa?”

A Infertilidade masculina é a falta da capacidade de engravidar a parceira após tentativas ininterruptas em um período de pelo menos 12 ciclos menstruais, ou seja, após 1 ano de tentativas sexuais sem método contraceptivo.

Em geral, a fertilidade tem ligação direta com a qualidade dos espermatozoides.

De acordo com um estudo publicado pela Revista Veja a qualidade do esperma do homem tem caído drasticamente no mundo todo, inclusive no Brasil.

Isso não representa um perigo, mas gera preocupação para os especialistas, pois além da importância reprodutiva, o esperma é considerado um termômetro da saúde do homem. Se a qualidade do esperma cai, pode representar um indício de outras doenças mais graves.

Já a esterilidade masculina é a incapacidade definitiva de conseguir fecundar o óvulo.

A testosterona é a responsável por regular e estimular as células germinativas, que darão origem aos serelepes espermatozoides. A condução do esperma ocorre por diversos dutos através da produção de líquidos e por fim, é expelido através da ejaculação.

Percebe que podem haver diversos fatores para a disfunção da fertilidade? E só estamos falando de alguns dos fatores biológicos…

Causas e Sintomas da Infertilidade Masculina

Como dissemos acima, várias podem ser as causas e origens da infertilidade masculina. Mas além dos fatores biológicos, existem causas psicológicas que exigem um tratamento prévio com um terapeuta ou psicólogo.

Fatores psicológicos:

  • Estresse;
  • Traumas anteriores;
  • Incompreensão da parceira;
  • Ansiedade;

Fatores físicos (externos):

  • Poluição do ar;
  • Obesidade e sedentarismo: podem intensificar a conversão da testosterona em estrogênio;
  • Consumo de bebidas alcoólicas;
  • Cocaína e crack;
  • Tabagismo;
  • Alimentação deficiente;
  • Anabolizantes;
  • Tratamento capilar: alguns ativos químicos podem ser prejudiciais;
  • Uso de anti-hipertensivos;
  • Exposição à elementos químicos;
  • Exercícios físicos em extremo excesso;

Esses são fatores já conhecidos, não só para a infertilidade do homem, como para outras doenças, mas são atualmente os fatores que têm sido relacionados como contribuintes mais relevantes para as causas de má produção de gametas, por serem prejudiciais para a saúde e para a qualidade de vida.

Outros fatores Biológicos:

  • Enfermidades do hipotálamo e hipófise;
  • Enfermidades primárias dos testículos;
  • Alterações do transporte do espermatozoide: disfunção em algum dos dutos que conduzem o trajeto do esperma;
  • Ejaculação retrógrada;
  • Paraplegia;
  • Torção dos testículos;
  • Caxumba;
  • Varicocele;
  • Idade;
  • Hereditariedade;
  • Doenças Infecciosas;

Fatores desconhecidos:

Representam 25% das causas de infertilidade masculina. Muitas causas estão em estudo e poderão esclarecer diversos diagnósticos ainda sem explicação.

Indícios para verificar com o médico

  • Ejaculação com pouco volume de esperma;
  • Ejaculação seca: que pode dificultar o transporte do espermatozoide pelos dutos penianos;
  • Disfunções e dificuldades sexuais;
  • Doenças sexuais – DST’s;
  • Impotência sexual;
  • Aumento de temperatura nos testículos;

Com essas informações, criamos este infográfico:

infertilidade masculina

Infertilidade e Esterilidade masculina
tem cura!

ANTES DE MAIS NADA, indicamos fortemente a consulta a um médico especialista, para se certificar da causa e prognóstico do seu caso.

Depois de consultar o médico e receber o resultado, podemos tratar de forma fácil a infertilidade masculina causada por fatores psicológicos e físicos (externos), e isso é possível quando seguimos algumas práticas, mudança de hábitos e alimentação.

Com somente alguns minutos do dia praticando exercícios 100% naturais você poderá melhorar muito seu desempenho sexual e promover o aumento do volume de esperma, por exemplo.

infertilidade masculina

IMPORTANTE: estudos demonstram que 21% dos homens
não sabem o período fértil de suas mulheres

Apesar de ser mais grave, pois se trata da incapacidade definitiva da fertilização, a esterilidade também tem cura! Sendo um caso mais grave relacionado à disfunção, muitas vezes você precisará de auxílio e tratamento médico por um determinado período.

O site Pais&Filhos citou uma história interessante que ilustra bem essa situação:

“A empregada doméstica Helena Maria Dias Souza, de 36 anos, tenta engravidar há aproximadamente 7 anos, época em que se casou com Márcio Souza, de 35 anos, operador de tratamento de efluentes. Depois de alguns meses de tentativas, resolveu procurar por um especialista em reprodução humana e, como a série de exames não apontava qualquer problema, levou junto o marido. Uma investigação, resultados contraditórios e, finalmente, um parecer: a contagem de esperma de Márcio estava abaixo do normal e esta foi apontada como uma das causas para que o casal não conseguisse engravidar.”

Este exame provavelmente se trata do chamado Espermograma que irá avaliar o sêmen em cor, odor, viscosidade, volume e PH. Numa análise mais microscópica é avaliada a fisiologia do espermatozoide em si.

Também é feita a dosagem dos hormônios e posteriormente uma pesquisa genética, onde será investigado qualquer deformação no cromossomo Y ou hereditariedade da condição de esterilidade.

Em muitos casos o problema é tratado com adequação hormonal, medicamentos ou, quando mais grave, procedimento cirúrgico.

O assunto é extenso e complexo, mas se você quer dicas práticas de como ter sucesso em engravidar sua esposa, você pode conferir aqui outros materiais do nosso blog que irão ajudar você a conquistar o melhor desempenho em qualquer aspecto.

Mesmo que você necessite de tratamento clínico e acompanhamento médico, essas práticas e dicas que preparamos serão extremamente benéficas para você manter hábitos mais saudáveis de forma fácil e tornar isso uma rotina prazerosa junto à sua parceira.

Se gostou, compartilhe com seus amigos e outros casais que estejam passando pelo mesmo sofrimento. A solução já está próxima de ser alcançada quando você decide ir atrás dela!

Nos falamos em breve. Um abraço.

infertilidade masculina banner cae4s

Já Deixou O Seu Comentário?

A Sua Opinião É Fundamental, Participe!

Leia tambem:

como fazer para aumentar o pênis

Como fazer para aumentar o pênis: 6 métodos possíveis!

squirt

Squirt Desmistificado: Como Fazer sua Parceira Jorrar de Prazer

aumento peniano natural

Aumento Peniano Natural: 10 Exercícios Para Começar Hoje

AUMENTE SUA POTÊNCIA
EM APENAS 10 DIAS
COM ESTE EBOOK 100% GRATUITO!