Ansiedade no Sexo: veja como é possível diminuir a Ansiedade Sexual com exercícios simples

Questões psicológicas podem afetar as funcionalidades do organismo mais do que você pensa, um desses efeitos está ligado à ansiedade no sexo.

Por exemplo, a disfunção erétil psicogênica pode afetar até os homens mais velhos.

Quando o homem passa por alguma dificuldade na hora do sexo, ele evita qualquer contato íntimo com sua parceira para não precisar lidar com esse problema na hora H.

Em alguns casos o homem pode até perder o desejo sexual, como uma maneira de defesa inconsciente.

De fato, o problema pode surgir de modo súbito.

Em muitas situações uma falha eventual acarreta a ansiedade no sexo, afetando o desempenho sexual o que gera consequência para que ocorra outra falha.

ansiedade no sexo

 

Dessa forma, corremos o risco de entrar em um ciclo vicioso onde falhamos só pelo fato de imaginar ou lembrar da nossa falha diante da parceira.

O que a Medicina diz sobre a Ansiedade no Sexo?

Ainda que a medicina tenha tido um grande avanço, especialmente na área da sexualidade masculina, existem muitos homens com disfunções relacionadas à ansiedade de desempenho sexual.

Porém, há casos que são identificados como psicogênicos e devem ser tratados com profissionais especialistas em medicina sexual.

Ainda assim, eles poderão fazer uso da terapia comportamental-cognitiva como base da terapia sexual.

Nesses casos, o médico poderá também indicar o uso de medicação oral como terapia de amparo, conseguindo resultados mais rápidos.

A psicoterapia e a utilização de remédios são elementos secundários no tratamento, mas não menos importantes, pois também têm a sua contribuição no processo de cura.

Veja também: O Que fazer Para Diminuir A Ansiedade Masculina Antes Do Sexo

Ansiedade e Sexo

Como já foi falado, no sexo a ansiedade pode se destacar e acabar atrapalhando a relação.

Durante o ato sexual ocorre uma liberação de energia muito grande, que acaba acarretando em uma descarga da ansiedade.

Por esse motivo o ato é muito importante tanto para o homem quanto para a mulher.

Assim, a ansiedade se torna a principal inimiga da sexualidade.

Ansiedade em excesso pode afetar a postura sexual.

Em alguns casos, os homens ficam agressivos ou tensos, já as mulheres acabam ficando mais frígidas.

Em muitas situações esse trauma acaba causando aos homens a resposta de ejaculação precoce.

Fetiches Sexuais e Ansiedade

A maioria dos fetiches sexuais têm uma relação muito grande com o tipo de ansiedade que a pessoa possui.

Alguns têm vontade de bater, outros de apanhar, entre outras fantasias.

Porém, muitos não compreendem por que ainda existem pessoas com compulsões de teor sexual.

Mas, para compreender isso, entenda que a ansiedade cria um estado de tensão, retenção muscular que, para algumas pessoas, tem um registro parecido à excitação sexual.

Para as pessoas, a tensão está acontecendo a todo vapor e o toque físico ou estimulação sexual que seja, mesmo que no imaginário, desencadeia o que as pessoas conhecem como “tesão”.

A reação nervosa dos órgãos sexuais faz o homem ficar com o pênis enrijecido e intumescido e na mulher acontecem secreções vaginais.

Além disso, na mulher, a pele e os seios se arrepiam e a necessidade compulsiva de sair dessa tensão acontece através do orgasmo.

Portanto, é o que chamamos de prazer do alívio.

Esse prazer costuma ser um tesão mais intenso, porém produz um orgasmo menos satisfatório.

Com a ansiedade crônica da pessoa, a tensão volta com muita rapidez, assim como a necessidade de estimulação sexual.

Nessa euforia, as necessidades físicas se sobrepõem às questões afetivas, fazendo com que a parceira se torne indiferente para o homem.

Para tal tipo de pessoa, quanto maior for o nível de ansiedade, maior desejo sexual ela terá.

Dessa forma, maior é a necessidade de descarga de adrenalina, exemplo disso são pessoas que têm prazer em fazer sexo em lugares perigosos.

Além disso, se masturbam compulsivamente. Utilizam o sexo ou masturbação como um alívio para o seu estado de ansiedade.

Quando a pessoa consegue realizar um tratamento para a ansiedade, a vida sexual terá muito mais equilíbrio e maior qualidade.

Exercícios podem aliviar a ansiedade no sexo

Existem dois tipos de ansiedade. Uma que pode ser benéfica, que nos prepara para enfrentarmos desafios na vida, que despertam a nossa atenção.

Porém, existe a ansiedade crônica que nos tira do equilíbrio, nos acelera em tudo que fizemos e nos prejudica e de modo algum é saudável possuí-la.

De todas as nossas emoções, o medo e a ansiedade são as que mais causam interferência sobre o organismo.

Então vejamos, é normal ter medo? Sim.

Assim como a ansiedade, existem dois tipos de medo, um medo saudável, que te coloca limite e um que te trava de realizar suas ações diárias.

Porém, esse medo que te paralisa por completo não é normal.

A ansiedade também é importante para o ser humano, mas a ansiedade crônica não é saudável e pode causar lesões psicológicas físicas.

Alguns sintomas da ansiedade são:

  • Secura na boca;
  • Pés ou mãos geladas;
  • Tensão muscular;
  • Intestino acelerado ou preso;
  • Suor em excesso;
  • Batimento cardíaco acelerado;
  • Pupila dilatada;
  • Temperatura alterada;
  • Vontade constante de fazer xixi ou defecar.

Como ocorre este processo?

Estas alterações são decorrentes de pensamentos que lhe preocupam, logo você ficará ansioso.

Portanto, como consequência dessa ansiedade o corpo começa a liberar adrenalina que em seguida é jogada na corrente sanguínea.

Consequentemente, a adrenalina carrega todos os sintomas já listados aqui.

Além disso, também diminui a espessura dos vasos sanguíneos, ou seja, eles ficam mais estreitos e o fluxo sanguíneo se torna mais difícil.

Por esse motivo, a chegada de sangue em variados órgãos é afetada.

Especificamente nas regiões mais periféricas do corpo, como cérebro, mãos, pés e nas genitais, regiões onde estão localizadas vasos sanguíneos mais finos.

Sob o efeito da ansiedade não raciocinamos direito e as respostas sexuais se alteram, por conta dos processos desencadeados pela crise de ansiedade.

Por isso, se você tem algum problema sexual, note se é a ansiedade que possa estar causando esse problema e se estiver, procure ajuda médica.

Na maioria dos casos, a ansiedade pode ser trabalhada ou a pessoa pode ficar por um longo período – e até a vida inteira – sendo afetada sem saber a causa.

De fato, a maioria dos homens que sofrem com ejaculação precoce não imaginam que passam por crises de ansiedade ou que ela pode ser reduzida no momento do sexo.

Existe tratamento para ansiedade no sexo.

3 Exercícios para Equilibrar a Ansiedade

1) Selecione suas prioridades

A ansiedade nos leva a pensar que tudo precisa ser feito imediatamente.

Mas nem sempre tudo precisa ser feito na hora, é preciso avaliar suas atividades e filtrar o que realmente precisa ser imediato.

Há coisas de maior importância a serem feitas e outras de menor importância.

Dessa forma, se você distinguir as prioridades no momento, isto fará você ficar no ritmo certo, inclusive no sexo.

Entre coisas importantes e menos importantes você perceberá que pode dar uma pausa.

Um break para se alongar, sair do lugar e olhar para diferentes coisas, observar objetos ou paisagens, pessoas em movimento.

2) Respire melhor

Primeiramente, um  corpo com adrenalina em alta, demonstra uma baixa oxigenação.

Note que, quando você está ansioso sua respiração fica mais curta e com pouca duração entre a inspiração e expiração.

Pessoas ansiosas possuem a tendência a respirar pouco e de forma mais rasa.

Assim, o segredo para esse é exercício é dar aquela respirada mais profunda, o famoso inspira e expira.

O organismo com uma oxigenação adequada faz com que a adrenalina diminua, ou seja, você se sentirá mais calmo e relaxado.

3) Tenha foco

Como diriam nossos avós: “Não coloque a carroça na frente dos bois!” Não se apresse!

Fazer todas as suas atividades e ter pouco foco ou não definir prioridades é mais um sintoma problemático da ansiedade.

Foco no que se está fazendo geralmente contribui para reduzir a ansiedade.

Então, faça esses exercícios diariamente. Seu foco começa com essa pequena lista.

Parece bobo para você?

Mas saiba que com essa rotina, surgiu o método de controle da ejaculação para homens que apresentavam ansiedade no sexo.

Com esse método é muito provável que você não terá mais problemas para lidar com a ansiedade, principalmente, na hora do sexo.

Como esses exercícios funcionam para diminuir a ansiedade no sexo?

Os exercícios te forçam a desacelerar o ritmo dos seus pensamentos, para que eles não ultrapassem o que suas ações podem cumprir.

Se mesmo realizando os exercícios todos os dias, você não conseguir reduzir em nada a sua ansiedade, peça ajuda.

Você deve considerar pedir uma ajuda externa, de um médico ou psicólogo.

Uma vez que a sua questão psicológica e emocional deve ser trabalhada para sanar os seus problemas.

A seguir, veja também o vídeo do Davi Ribeiro, estudioso sobre a sexualidade masculina.

Aqui nesse vídeo ele explica mais sobre como você pode acabar com a ansiedade no sexo:

 

Já Deixou O Seu Comentário?

A Sua Opinião É Fundamental, Participe!

Leia tambem:

como satisfazer uma mulher

Como Satisfazer uma mulher: Método Inovador e Completo Promete Eliminar a Ejaculação Precoce

Controle Absoluto da Ejaculação: Saiba mais Como é Possível Adquirir essa Habilidade

Preservativo Retardante: Como e quando utilizá-los?

AUMENTE SUA POTÊNCIA
EM APENAS 10 DIAS
COM ESTE EBOOK 100% GRATUITO!