Problema de ereção tem cura? Como é possível tratar essa disfunção?

Problema de ereção tem cura? Como é possível tratar essa disfunção?
5 (100%) 3 vote[s]

Disfunção erétil também pode ser conhecida como impotência sexual, e por causa dessa palavrinha aterrorizante, poucos homens acreditam que problema de ereção tem cura.

O que é a Disfunção erétil?

Problema de ereção – ou disfunção erétil – é caracterizada pela incapacidade temporária ou permanente de ter ou manter uma ereção duradoura e rígida para ter uma vida sexual de qualidade.

O que causa a Disfunção erétil?

problema de ereção tem curaAs causas podem ser muitas, pois para que aconteça a ereção muitos órgãos e tecidos precisam funcionar em conjunto e harmonia.

Há muitos fatores que podem afetar alguns desse órgãos ou tecidos que atuam na ereção.

Não há como afirmar qual órgão é o mais importante nesse processo da ereção.

A disfunção erétil muitas vezes está ligada a algumas doenças e tratar a impotência implica na descoberta da causa.

As causas podem ser:

  • Distúrbios psicológicos;
  • Doenças hormonais ;
  • Doenças neurológicas;
  • Doenças vasculares, que causam entupimento das artérias e veias, prejudicando a chegada do sangue ao pênis;
  • Consumo excessivo de medicamentos;
  • Cirurgias pélvicas;
  • Doença de Peyronie ou fibrose dos corpos cavernosos;
  • Alcoolismo e tabagismo.

Há fatores de risco?

Sim. Os mesmos fatores para as doenças cardiovasculares são fatores considerados de risco para a disfunção erétil.

Sendo eles:

  • Diabetes;
  • Hipertensão arterial;
  • Dislipidemia (colesterol e triglicérides alterados);
  • Tabagismo;
  • Obesidade;
  • Sedentarismo.

Tal fatores são considerados de risco para a disfunção erétil, por conta da necessidade de um aumento extremo de fluxo sanguíneo para que o pênis fique rígido.

Se a circulação para o órgão sexual está danosa por algum dos fatores listados, a impotência pode acontecer.

fatores psicológicos em jogo também.

Circunstâncias da vida que podem afetar a confiança do homem e isso é refletido no sexo, como problemas no trabalho, crises financeiras, problemas familiares ou luto, enfim, várias situações.

Apenas o fator da idade avançada não significa que seja uma causa para a disfunção erétil.

Como a disfunção é identificada?

Uma vez ou outra é normal que os homens tenham problemas sexuais, falhas eventuais acontecem.

Porém quando a ereção não está adequada isso pode ocorrer com muito mais frequência, então vale procurar ajuda médica.

Como já foi citado aqui, os fatores de risco são parecidos com os fatores para doenças cardiovasculares e que o problema de circulação do pênis pode também indicar que outras operações do organismo não estão em seu pleno funcionamento.

A disfunção erétil tem cura sim e um dos primeiros passos para combater a impotência é um diagnóstico correto.

Por isso, certifique-se que está indo em um bom profissional que ouvirá todas as suas questões e incômodos em relação a disfunção, ele saberá te orientar para o melhor tratamento.

Ele também irá identificar os possíveis fatores de risco como os que já foram listados.

Se o paciente tem hipertensão arterial, e caso houver buscar primeiramente o tratamento do fator de risco para consequentemente a disfunção ser tratada.

Quando a glicose está em descontrole, o médico também fará a orientação acerca do tratamento.

O último passo é tratar a ereção em si.

Hoje existem muitos medicamentos e tratamentos naturais para melhorar a ereção, na maioria dos casos o problema de ereção é tratável se o paciente tiver disciplina suficiente para seguir os passos médicos.

O diagnóstico da impotência sexual é clínico, o médico conclui que o paciente está com a disfunção em uma consulta.

Por isso, é importante constar tudo o que está acontecendo ao médico, para que ele chegue a conclusão correta.

Não fique com vergonha, pois é a sua saúde que está em pauta.

Ecodoppler peniano

Dependendo do caso, os médicos recomendam medicamentos orais e caso não resolva, eles encaminham o paciente para um especialista urologista.

Ele aprofundará a pesquisa da causa da sua impotência e pode também utilizar um outro recurso para o diagnóstico mais preciso da disfunção erétil, o ecodoppler peniano.

Nesse determinado exame, realizado em um consultório ou clínica de radiologia, o médico aplicará um medicamento injetável no pênis uma ereção é induzida.

O remédio faz efeito em 5 a 10 minutos.

Esse método é utilizado para que o fluxo arterial seja medido e para observar o comportamento da túnica que reveste os corpos cavernosos, avaliando assim, a resposta da ereção que o paciente obteve.

O exame injetável na intracavernosa e Doppler funciona para medir a gravidade do problema de ereção e possibilitar ao mesmo tempo que o médico urologista pensa em outro métodos terapêuticos como próteses penianas e auto-injeção.

Tratamento da Disfunção erétil

O tratamento para cuidar da disfunção se inicia com a identificação e o controle das condições de risco.

Além do mais, o médico normalmente prescreve remédios de uso oral denominados inibidores da fosfodiesterase tipo 5.

São os mais utilizados e conhecidos:

  • Sildenafila;
  • Vardenafila;
  • Tadalafila.

Se a medicação for utilizada como prescrito pelo médico, com a dose e o modo adequados não resolver, ainda há outros maneira terapêuticas como a bomba a vácuo, injeções de vasodilatadores e em último recurso, as próteses penianas.

Mas também há maneiras naturais de tratar qualquer problema de ereção.

Um fator que é importante ser frisado é o cuidado com a relação do casal.

Perguntar para a parceira para saber como o casal está lidando com essas questões, pois em muitos casos o apoio de psicólogo e outros profissionais para ajudar a melhorar a relação do casal, é muito válido.

Medicamentos para Disfunção erétil

Os medicamentos mais usados são:

  • Cialis;
  • Viagra.

Apenas um médico poderá dizer qual  será o remédio mais indicado para o seu problema, a dosagem correta e período do tratamento.

Nunca se automedique e siga a risca as orientações médicas.

Consulte um médico antes de interromper o uso de qualquer medicamento e se por acaso tomá-los mais de uma vez ou em quantidades elevadas do que a prescrita, leia a bula e siga as instruções.

Além disso, após a análise e resultados clínicos, seu médico também pode indicar algum tratamento natural, com componentes próprias para a melhora da circulação sanguínea.

problema de ereção tem cura

Prognóstico

Existem várias causas e casos de Disfunção erétil, portanto, o prognóstico pode variar muito.

Os casos mais difíceis para tratamento estão inclusos os diabéticos e os pacientes que foram submetidos a prostatectomia radical (cirurgia de tratamento ao câncer da próstata).

Esses casos são os que costumam não responder ao tratamento oral com frequência.

Porém eles podem também ser tratados com variados métodos e retornarem a sua vida sexual.

Prevenção

Já sabemos o que esse problema é, os tratamentos e riscos podem e a prevenção?

Prevenir essa disfunção significa manter uma boa circulação de sangue.

Conselhos muitos semelhantes aos que os cardiologistas passam em suas consultas.

  • Adotar hábitos de vida mais  saudáveis;
  • Controlar o peso;
  • Fazer exercícios regularmente;
  • Visitar o seu médico regularmente e tratar com afinco os chamados fatores de risco, se os possuir.

Se você fuma, reveja esse hábito.

Se é hipertenso, faça o tratamento ao pé da letra faça uso das medicações sempre.

Se for diabético, controle as suas taxas de glicose, e siga a dieta passada pelo médico, usando os medicamentos de maneira adequada.

Os problemas de ereção são bem comuns e atingem até 50% dos homens em alguma fase em suas vidas.

Esse assunto ainda é tratado com muito constrangimento pelos homens.

Não porque é um assunto mais íntimo, mas muitos homens se acham menos másculos por não estarem tendo um desempenho sexual tão satisfatório como gostariam.

Portanto, um desempenho ruim, fraco ou mediano pode acarretar outros problemas de caráter pessoal, psicológicos ou até mesmo emocionais e vir a tornar um grande emaranhado na vida da pessoa.

Por isso, se você notar algum sintoma ou se quiser estar com a sua saúde sexual em dia, consulte um médico e faça exames regulares.

Dessa forma, você estará garantindo uma boa qualidade de vida, como um todo.

No vídeo abaixo o médico urologista Marcos Lucon desvenda mitos e verdades sobre a disfunção erétil. Confira:

Já Deixou O Seu Comentário?

A Sua Opinião É Fundamental, Participe!

Leia tambem:

remédio para ereção

Remédio para ereção: saiba se você realmente precisa e evite constrangimentos

o que é libido

O que é Libido: Maneiras de aumentar o desejo sexual

como prolongar a ereção

11 hábitos que você precisa mudar para Prolongar a Ereção

AUMENTE SUA POTÊNCIA
EM APENAS 10 DIAS
COM ESTE EBOOK 100% GRATUITO!