Período refratário: Por que os homens precisam de intervalo entre os orgasmos?

Muitos homens se preocupam em quantificar o seu desempenho sexual pelo seu período refratário e buscam diminuir esse período o máximo possível.

De fato, grande parte da população masculina sempre quer evidenciar o quão bom de cama realmente é (ou supõe que seja). Por isso tentam gozar desenfreadamente na hora da relação sexual ou diminuir o período que o corpo exige para ter outra ereção. Alguns chegam a encarar o período refratário longo como uma disfunção sexual ou mesmo impotência.

Nosso artigo irá discutir essas questões e mostrar que o período refratário não é necessariamente um problema.

Porque problema mesmo é a batalha que alguns homens travam. Uma luta eterna para combater a ejaculação precoce. Essa sim é uma disfunção sexual, que inclusive é responsável por destruir inúmeros relacionamentos. Independentemente do tempo entre uma relação e outra, a relação muito rápida e insatisfatória é marca da ejaculação precoce.

Pois de nada adianta querer induzir várias ereções seguidas e ejacular rápido demais. Além disso, esse esforço excessivo pode causar dores na glande, o pênis fica tão sensível que chega a ser impossível continuar a penetração.

Se você também faz parte dessa parcela da população que ejacula rápido demais, saiba que nossa equipe vem ajudando milhares de homens a alcançar o controle da própria ejaculação através de exercícios 100% naturais.

Quer conquistar esse controle e dar um basta na ejaculação precoce? Clique aqui e assista o vídeo gratuito!

Afinal, o que é período refratário?

período refratário

Ao contrário das mulheres, que podem sentir orgasmos consecutivos, nós homens precisamos dar um tempo entre uma relação e outra. Em resumo, esse é o período refratário.

E não importa o quão grande sua vontade seja ou quanto seu cérebro queira continuar, o corpo simplesmente não responderá. Mas e então, o que fazer?

Basta você aceitar que existe esse período de recuperação, e que é natural no corpo masculino.

Vamos a partir de agora explicar mais detalhadamente o processo.

Hormônios do período refratário

Após a ejaculação, todo o corpo passa por um processo de renovação e o sistema nervoso passa por um processo de “fuga” onde é necessário um tempo para que as funções originais possam se restabelecer e deixar você “pronto para outra”.

Esse processo ativará a liberação de neurotransmissores que fazem com que o tecido liso do pênis se contraia, deixando-o flácido por um tempo.

Já o que acontece a seguir é um efeito dominó, diminuindo os níveis de dopamina e da testosterona.

A dopamina, que é uma das principais responsáveis por controlar os níveis de “felicidade” do ser humano é liberada quando você está extremamente excitado e no meio da relação sexual.

Mas quando o sistema nervoso percebe que você gozou, ele amortece a produção desse hormônio, levando você a ficar exausto após ejacular, e também perder a ereção.

Outros hormônios relacionados

Ao mesmo tempo, a produção de serotonina e prolactina também aumentam durante o período refratário, neutralizando a excitação e fazendo com que você perca a ereção.

 

 

 

Basta clicar aqui ou na imagem e usufruir gratuitamente de todos os benefícios do passo a passo.

O que acontece antes do período refratário?

período refratário

A resposta sexual é composta por três fases: desejo, excitação e orgasmo. Quando as três fases são atingidas, a ereção torna-se menos rígida até que o pênis entre em estado de flacidez. Nesse momento, o organismo masculino entra no chamado período refratário. O período refratário corresponde ao tempo necessário para que o homem se sinta apto a ter uma nova ereção e relação sexual.

Após as três fases de resposta sexual, inicia-se a fase de relaxamento. Logo depois do homem ter atingido o pico máximo de prazer (o orgasmo), o pênis começa a voltar ao normal, ou seja, em direção ao estado de repouso. E enquanto durar essa ‘recuperação’ o pênis fica insensível a novos estímulos (é o período refratário).

Quanto tempo dura o período refratário?

Após ter ocorrido a ejaculação, o pênis passa para um estado inativo no qual não é capaz de responder a um novo estímulo.

O órgão sexual somente volta a poder ser estimulado depois que um período de 15 a 2 horas (ou mais) é decorrido. Portanto, depois desse tempo é possível estimular o pênis, que responderá melhor se a intensidade do estímulo for maior que a anterior. Esse é o caso do período refratário relativo. Mas quando é impossível estimular o pênis novamente naquele dia, por maior que seja a intensidade do estímulo, constata-se o período refratário absoluto.

O período refratário varia de homem para homem, e de acordo com a idade. Por isso, os jovens tendem a ter um período refratário mais curto do que homens mais maduros.

Quando se é jovem, por exemplo, é possível ter duas relações seguidas. Mas não significa que que ele não tenha período refratário. No homem mais novo, além de esse período ser naturalmente menor, o estímulo erótico costuma ser maior.

Assim, o pênis começa a perder a ereção, mas o estímulo é tão forte, que a ereção é recuperada durante a relação sexual, possibilitando duas relações consecutivas. Mas isso não significa que a vida sexual deste jovem seja mais prazerosa, ou que ele seja mais viril do que qualquer outro homem.

E ainda vale lembrar que o número de relações sexuais que uma pessoa consegue no mesmo dia não é tão importante. A qualidade destas relações, que elas sejam prazerosas e satisfatórias para o casal, isso sim é o que importa. Por isso, ao invés de “dar três”, é melhor dar uma só, que valha por três.

Período Refratário significa impotência sexual?

O período refratário é comum em todo homem, mas incomoda muitos, sendo confundido com a impotência sexual. Longe disso, o período refratário consiste em determinado tempo, logo após a ejaculação, que o corpo necessita para ser estimulado sexualmente. Durante esse período a ereção diminui, e o homem não responde mais a estímulos eróticos.

Porém isso é absolutamente normal, e a quantidade de tempo varia de homem para homem. Portanto, pode variar de acordo com outros fatores: idade, cansaço, disposição para o sexo, qualidade do estímulo sexual

Já outros fatores que também entram em jogo dizem respeito ao nível de desejo sexual, nível de sensibilidade e como se encontra a qualidade emocional do seu relacionamento com sua parceira.

Além disso, fatores importantes relacionados a bebidas alcoólicas, uso de medicamentos e sedentarismo também contam muito. Outra coisa a se pensar é se você está confortável durante a relação sexual. Pois tudo isso está diretamente ligado à sua capacidade de manter outra relação sexual após o período refratário.

No homem adulto, o tempo do período refratário pode variar de 15 minutos a 2 ou mais horas. E então na terceira idade, esse período tende a aumentar, podendo chegar a até mais de um dia.

Perder a ereção após ejacular, não conseguir ter duas relações sexuais no mesmo dia, ou duas relações seguidas, não significa, portanto, impotência ou fracasso. Mas significa que o seu corpo está se recuperando e precisa desse tempo após a exaustiva – e prazerosa! – relação sexual.

O período refratário e a satisfação sexual

período refratário

Como dissemos, o período refratário em si não é um problema.

Na verdade, o maior problema mesmo é se ele afetar diretamente o prazer da mulher. Pois muitos homens que sofrem de ejaculação precoce gozam tão rápido que chega a ser impossível dar prazer à mulher, mesmo que eles voltem a fazer sexo.

E o período refratário após essa insatisfação da ejaculação precoce tende a ficar maior. Isso porque o casal nem mesmo chega a considerar se frustrar novamente. E isso pode durar dias, semanas… O que só desgasta o relacionamento.

Se você se identificou com essa situação, saiba que existem meios viáveis e naturais para tratar a ejaculação precoce.

A equipe Ejaculando Com Controle ajuda milhares de homens diariamente a combater e curar a ejaculação precoce; e tudo isso através de exercícios 100% naturais.

Quer saber mais sobre eles? Recomendo que assista a estes vídeos agora mesmo!

Mas como reduzir o meu período refratário?

período refratário

A melhor coisa a se fazer é manter a calma. Quanto mais ansioso você ficar para obter uma nova ereção, menores serão as chances de conseguir. A sua preocupação foca mais nisso do que na troca de carícias e no compartilhamento de prazer com sua parceria. Sem desejo e estímulos graduais, invés de ereção, o que surge é a desagradável sensação de tensão e de frustração.

Por isso, experimente valorizar mais a qualidade da relação sexual como um todo aumentando o seu controle sobre a ejaculação. Assim, vocês terão tempo o suficiente para se estimularem e se curtirem ao máximo antes que você ejacule.

Portanto, o foco em aumentar o controle ejaculatório é uma alternativa indicada, que possibilita prolongar o seu tempo de prazer e o da sua parceria. Um método muito mais interessante que ter muitas relações, porém rápidas e insatisfatórias. Acesse nossos vídeos e conheça o Programa Controle Absoluto.

Uma coisa é fato: você não pode prever a duração exata dele. O que é possível fazer é tentar criar mais tensão sexual, aumentando o prazer da excitação e também aumentar a disposição sexual.

Em alguns casos específicos os homens podem se surpreender com a rapidez com que podem “voltar à ativa” mesmo durante período refratário.

Por que não pedir para sua parceira te estimular ainda mais? Investir nas suas zonas erógenas a fim de te excitar mais? Vocês podem juntos conhecer o sexo tântrico, que eleva ao máximo essa tensão sexual, prolonga o sexo e permite orgasmos mais intensos e uma conexão mais emocional com a parceira.

Recomendações

Concluímos que o período refratário não passa de um fenômeno natural do corpo e que ajuda a regulá-lo.

Porém, se você é um homem saudável mas acredita que seu período refratário está durando mais do que deveria, é importante procurar ajuda médica para verificar se algo está errado com você.

Você sofre de ejaculação precoce? Saiba como tratar e curar de uma vez por todas!

período refratário

Muitos homens ao redor do mundo possuem problemas com a ejaculação precoce.

Isso pode resultar em autoestima baixa, problemas com depressão, e, infelizmente, a separação. Pois o relacionamento sempre é o mais prejudicado.

Lembre-se que sua mulher, assim como você, precisa se satisfazer sexualmente, e se você não for capaz de fazer isso por ela, certamente ela ficará frustrada. Algumas mulheres, por se sentirem infelizes na relação sexual, acabam procurando fora o que não conseguem em casa. E como poderíamos julgá-las sendo que temos a possibilidade de evitar esse desastre no relacionamento?

Você está pronto para enterrar de vez essa disfunção sexual e garantir um relacionamento feliz e satisfatório para ambos?

Clique aqui para acessar aos videos  que mostram como funciona o treinamento que permite o controle absoluto da ejaculação. Ou se preferir, clique no banner abaixo!

 

Nos falamos em breve, um abraço.

 

Este post foi inicialmente publicado em 27 de Janeiro de 2016 e atualizado em 07 de Junho de 2018.

 

 

período refratário

Já Deixou O Seu Comentário?

A Sua Opinião É Fundamental, Participe!

Leia tambem:

desinteresse sexual

8 razões pelas quais sua parceira pode ter cansado de transar com você

o que é ejaculação feminina

Você sabe o que é ejaculação feminina? Veja como fazer sua parceira gozar

lições sobre sexo

10 Lições Sobre Sexo que Só a Maturidade Ensina!

AUMENTE SUA POTÊNCIA
EM APENAS 10 DIAS
COM ESTE EBOOK 100% GRATUITO!