O que é Anorgasmia Masculina e como ela atrapalha o prazer sexual do homem

O que é Anorgasmia Masculina e como ela atrapalha o prazer sexual do homem
Gostou desse artigo?

Você já ouviu falar em anorgasmia masculina? Muitos homens são insatisfeitos sexualmente por não conseguirem ou sentirem muita dificuldade em atingir o orgasmo.

No entanto, quando falamos em anorgasmia ou dificuldade de alcançar o orgasmo, geralmente pensamos nas mulheres, não é mesmo? Pois essa é uma dificuldade comumente relacionada ao universo feminino. Mas você sabia que muitos homens também sofrem com este problema?

Você pode até achar estranho, mas essa situação afeta o sexo masculino também e pode abalar profundamente a autoestima de um homem. Por isso, nós traremos nesse artigo tudo o que você precisa saber sobre o problema. Para isso nós iremos abordar os seguintes tópicos:

O que é anorgasmia masculina?

Qual a diferença entre orgasmo e ejaculação?

Quais os tipos de anorgasmia masculina?

Quais as causas da anorgasmia masculina?

O que é ejaculação retardada?Ejaculação Precoce x Ejaculação Retardada

Como a anorgasmia masculina afeta o desempenho sexual?

Existe tratamento para anorgasmia masculina?

Curiosidade: É possível o homem fingir orgasmo?


O que é anorgasmia masculina?

Anorgasmia é a ausência total do orgasmo ou a grande recorrência da falta dele ao longo das relações sexuais. Então, a anorgasmia masculina ocorre quando o homem não consegue ter um orgasmo apesar dos estímulos adequados em intensidade e duração. Isso se torna um problema sexual quando ocorre repetidas vezes durante mais de seis meses. Geralmente, as causas orgânicas são responsáveis por apenas 5 % dos casos, sendo mais comuns as causas psicológicas, como educação rígida, cultura, religião, experiências traumáticas, falta de intimidade com a parceira, medo, culpa, ansiedade e etc.

Então, caso você se encontre nesses critérios, faz-se necessário realizar uma avaliação médica, e também é aconselhável procurar acompanhamento psicológico. Pois, com a ajuda terapêutica adequada, você poderá ter sucesso nesta questão e vencer as causas psicossociais que, como dissemos, são as mais comuns. E ainda é possível realizar exercícios e treinamentos específicos para tratar o problema.

Portanto, já adiantamos a boa notícia: a anorgasmia masculina tem cura.

Qual a diferença entre orgasmo e ejaculação?

Mas antes de nos aprofundarmos sobre o assunto, é necessário ter em mente que orgasmo não é a mesma coisa que ejaculação. Isso porque a ejaculação é um processo físico que se refere apenas à movimentação para expulsão do esperma. O orgasmo masculino, no entanto, é um processo mental que engatilha contrações físicas involuntárias prazerosas na glândula da próstata e através do canal uretral, e também promove a liberação de hormônios que proporcionam a sensação de prazer e bem-estar.

Normalmente, os dois processos ocorrem simultaneamente, mas também podem ocorrer em separado. Sendo, dessa forma, mais fáceis de se distinguir.

Quais os tipos de anorgasmia masculina?

Existem 4 tipos gerais de anorgasmia. Elas se aplicam tanto para homens quanto para mulheres no contexto da relação sexual com penetração. São eles:

Anorgasmia primária: quando a pessoa nunca experimentou a sensação de orgasmo através do sexo e nem mesmo pela masturbação

Anorgasmia secundária: quando a pessoa já experimentou o orgasmo com certa normalidade em período anterior de sua vida e, por motivos variados, deixou de tê-lo de forma sistemática

Anorgasmia total ou absoluta: quando a pessoa não tem orgasmo, independentemente do tipo ou da qualidade do estímulo

Anorgasmia situacional: quando a anorgasmia ocorre em determinada situação ou com determinado parceiro ou parceira

Especificamente para a anorgasmia masculina, ainda existem outros dois tipos:

Anedonia sexual: que consiste na perda da capacidade de sentir prazer por falta de sensibilidade peniana ou por razões psicológicas. Assim, apesar de a excitação sexual ocorrer normalmente, não existe prazer satisfatório que leve ao orgasmo

Anorgasmia ejaculatória: quando o homem atinge o orgasmo juntamente com a ejaculação, porém não sente o prazer equivalente a um orgasmo forte e genuíno. É como se a ejaculação ocorresse sem o prazer.

Quais as causas da anorgasmia masculina?

A anorgasmia masculina pode ter origem em diversas causas. Assim, os fatores que geram a situação podem ser classificados como psicológicos ou fisiológicos. A maior incidência ocorre devido a fatores psicológicos, porém as causas fisiológicas (como certas doenças e condições clínicas) merecem também a devida atenção e devem ser consideradas durante o tratamento.

Causas psicológicas:

  • educação rígida
  • cultura
  • antecedentes de abusos sexuais na infância
  • pressão para ter um bom desempenho na cama
  • estresse no trabalho
  • Inibições psicológicas
  • baixa autoestima
  • depressão
  • problemas pessoais
  • pressão para adiar o orgasmo
  • medo de engravidar a parceira
  • medo da paternidade ou de doenças DSTs
  • convicções religiosas
  • culpa
  • ansiedade
  • conflitos de casal
  • falta de intimidade com a parceira
  • falta de atenção da parceira
  • vício na masturbação
  • eventos traumáticos

Causas fisiológicas:

  • diabetes
  • lesões na medula
  • uso de drogas
  • efeitos colaterais de medicações
  • Transtornos urológicos congênitos
  • bloqueio dos ductos deferentes e canal uretral
  • doenças do sistema nervoso como Transtorno Obsessivo Compulsivo
  • problemas hormonais como testosterona baixa

Todos esses fatores psicológicos e fisiológicos podem levar à diminuição da inervação simpática, responsável pela ejaculação e pela sensibilidade da região da pélvis. Ou seja, sem o funcionamento normal dos mecanismos ejaculatórios e com a diminuição da sensibilidade peniana, a anorgasmia e a ejaculação retardada são consequências prováveis.

O que é Ejaculação Retardada?

Há uma outra doença relacionada a essas causas acima citadas: é a chamada a ejaculação retardada.

A ejaculação retardada atinge menos de 3% dos homens sexualmente ativos e pode ser definida como o tempo delongado entre o início da atividade sexual e o orgasmo. Nela, o paciente sofre com a incapacidade ou a demora em ejacular dentro da vagina durante o ato sexual. Dependendo da situação, a Anorgasmia é gerada pela Ejaculação Retardada, pois o homem pode se cansar ou desistir de ejacular e/ou alcançar o orgasmo.

Outro acometimento da Ejaculação Retardada é quando o homem atinge o orgasmo, porém, só após uma intensa e prolongada estimulação oral ou manual, muito dificilmente com a penetração. Alguns realmente afirmam que atingem o orgasmo mais facilmente se masturbados pela companheira, mas não com a penetração.

Em alguns casos, não chegam a ejacular.  Nesta condição, o homem extrapola o tempo considerado satisfatório pelo casal para chegar à ejaculação e às vezes nem a alcança, o que gera frustração e insatisfação sexual.

Extrapolar o tempo satisfatório é o oposto da ejaculação precoce, por exemplo, que consiste na rápida liberação de esperma, antes do tempo considerado mínimo para satisfazer o casal. E essa liberação também pode ocorrer fora da vagina por acontecer até mesmo antes da penetração. Mas saiba que para a Ejaculação Precoce tem cura assim como a Ejaculação Retardada!

Ejaculação Precoce x Ejaculação Retardada

Entre os pacientes de Ejaculação Retardada é menor a proporção de problemas em começar ou manter uma ereção se comparado a pacientes com Ejaculação Precoce. Mas todos apresentam insatisfação sexual da mesma forma.
Isso porque, tanto o tempo curto demais entre o início e o fim do ato sexual tanto a demora podem prejudicar a satisfação sexual do casal e da mulher, especialmente. Pois a ejaculação rápida não permite que a mulher tenha prazer suficiente durante o sexo e a ejaculação demorada pode causar ansiedade ou perda de interesse da mulher durante o sexo. E, para o homem, o prazer também é limitado. Então, seja qual for o caso em que vocês se encontrem, o ideal é buscar o equilíbrio no alcance do Controle da Ejaculação.

E existe para isso um programa específico desenvolvido pelo especialista Davi Ribeiro, e que já ajudou mais de 18 mil homens no Brasil e no exterior a controlar o momento ejaculatório. O CAE4S – Controle Absoluto da Ejaculação em 4 Semanas – é um curso passo a passo com todos os exercícios e medidas essenciais para a resolução do problema.

anorgasmia masculina

Você pode acessar o vídeo explicativo do Programa CAE4S agora mesmo. Clique aqui ou no banner acima e conheça o método que trará solução às disfunções sexuais e ainda aumentará a alegria e satisfação do casal na cama e fora dela.

Como a anorgasmia masculina afeta o desempenho sexual?

Da mesma forma que acontece com a ejaculação precoce e a ejaculação retardada, a anorgasmia é uma doença sexual que pode causar uma série de transtornos para a vida íntima do homem como: inibição do desejo sexual, estresse, ansiedade e insatisfação sexual.

Caso não haja uma conversa franca com a parceira sobre o problema, ele poderá causar danos ao relacionamento também. Pois, por um lado o homem ficará insatisfeito e frustrado por não conseguir atingir o orgasmo. E, por outro, a mulher se sentirá culpada, pois irá pensar que ele não consegue chegar ao clímax por não desejá-la sexualmente. Assim, ambos perderão o interesse no sexo, o que, como sabemos, pode ocasionar brigas, desconfiança, ou até mesmo o esfriamento e fim da relação.

Existe tratamento para anorgasmia masculina?

Sim. Para começá-lo, o ideal é procurar um urologista para investigar a origem do problema. E então você será encaminhado para um tratamento adequado de acordo com as causas encontradas. Pode ser a terapia sexual, que é um modo efetivo para tratar essa disfunção; o acompanhamento psicológico individual e para casais; o tratamento e controle das causas fisiológicas; e, ainda, a prática de exercícios e medidas para aumentar a sensibilidade peniana e controlar a ejaculação.

Dessa forma, o tratamento percorre os seguintes pontos:

  • Tratar as causas fisiológicas com a especialidade médica indicada
  • Eliminar as atitudes prejudiciais em torno da sexualidade em geral e sobre a orgasmo em particular
  • Tratar causas psicológicas para o problema da anorgasmia masculina
  • Tratar a relação através do diálogo e de acompanhamento especializado
  • Programas de habilidades sexuais, que consistem em uma série de exercícios fisioterapêuticos específicos

O uso de medicamentos varia para cada caso e deve ser apenas como última alternativa por não ser uma alternativa natural e, portanto, oferecer riscos à saúde. A especialidade médica também é relativa. Se a causa da doença for hormonal, por exemplo, é indicado um endocrinologista, se forem problemas psicológicos, um psicólogo.

É recomendado ainda aos pacientes experimentar tratamentos que envolvam treinamentos à partir da masturbação (de preferência com a parceira presente) e com a penetração, para que o estímulo sexual aumente até atingir o orgasmo. Por isso, se torna essencial o comportamento ativo do casal e a ajuda da parceira para o sucesso do tratamento. Então, como dito anteriormente, você pode conhecer hoje mesmo o Programa CAE4S – Controle Absoluto da Ejaculação em 4 Semanas. Ele foi feito especialmente para tratar as disfunções sexuais masculinas de forma natural, segura e garantida. Clique aqui e saiba mais.

Curiosidade: É possível o homem fingir orgasmo?

Temos alguns artigos aqui no Blog ECC que falam sobre a situação em que as mulheres fingem orgasmo. E como o assunto de hoje é falta de orgasmo nos homens, será que eles também costumam fazer essa espécie de “teatro orgásmico” para fingir que chegaram ao clímax?

Bom, ao contrário do que acontece com as mulheres, para o homem é muito mais difícil  fingir porque o orgasmo masculino é, geralmente, acompanhado de ejaculação. No caso da mulher raramente acontece a ejaculação (embora a ejaculação feminina exista). Por isso, é mais fácil fingir que chegou ao orgasmo pois apenas “confiamos em sua palavra” ou performances físicas.

Mas no caso dos homens, a ausência de líquido seminal seria uma prova de que ele não chegou lá. A menos que ele tenha um orgasmo não ejaculatório, sobre o qual já falamos aqui também como um evento muito prazeroso e satisfatório para o casal.

 

Leia mais: orgasmos múltiplos masculinos

 

Esperamos que este artigo seja útil para sanar as dúvidas sobre anorgasmia masculina. Continue seguindo o nosso blog para acompanhar novos conteúdos.

 

Nos falamos em breve.

 

Um abraço,

 

Equipe ECC.

Já Deixou O Seu Comentário?

A Sua Opinião É Fundamental, Participe!

Leia tambem:

como prolongar a ereção

11 hábitos que você precisa mudar para Prolongar a Ereção

exercícios de ejaculação precoce

Use os exercícios de ejaculação precoce para fortalecer a ereção também

alimentos que aumentam a libido sexual

As principais causas da falta de desejo masculino e 20 Alimentos que Aumentam a Libido Sexual

AUMENTE SUA POTÊNCIA
EM APENAS 10 DIAS
COM ESTE EBOOK 100% GRATUITO!