Anticoncepcionais atrapalham a libido feminina: mito ou verdade?

As discussões a respeito da diminuição do desejo sexual provocada pelo uso de anticoncepcionais é comum nas conversas femininas. A verdade é que não existe nenhum estudo que comprove efetivamente que anticoncepcional faz mal à libido da mulher.

Muitas mulheres relatam que sofreram uma diminuição da libido após iniciar o uso de anticoncepcionais. Por outro lado, muitas outras relataram um maior desejo sexual, enquanto outras ainda relataram não sentir diferença alguma.

Comparando os estudos realizados, os resultados são conflitantes. Assim, só podemos chegar a uma conclusão: anticoncepcional faz mal a libido dependendo do organismo de cada mulher.

De acordo com o European Journal of Contraception and Reproductive Health Care, que examinou 36 estudos sobre o assunto realizados entre 1978 e 2011, somente 15% das mulheres relataram uma redução da libido em decorrência do uso de anticoncepcional. Mesmo assim, ainda não está claro se essa baixa no desejo sexual tenha sido realmente ocasionada pelo uso constante da pílula.

Então, o que acontece realmente?

Anticoncepcional faz mal à libido feminina?

A maioria dos anticoncepcionais são a base hormônios que impedem a ovulação. É isso que impede o óvulo de ser fecundado e a mulher engravide. Porém, como já vimos em outros artigos aqui no blog, a testosterona é um hormônio importante para a libido sexual.

Apesar da testosterona ser um hormônio masculino, nas mulheres ela também está presente (em menor quantidade), e os ovários que são responsáveis por sua produção. Esse é um dos fatores que explica a relação do anticoncepcional com a queda da libido feminina. Impedir a ovulação pode também diminuir a produção da testosterona nas mulheres.

anticoncepcional faz mal

Outra explicação é que o estrogênio, presente em alguns anticoncepcionais, aumentam a globulina, a proteína que ativa os hormônios sexuais. Essa, por sua vez, se liga à testosterona e diminui a quantidade do hormônio que circula no corpo, resultando na queda da libido feminina.

Mas, antes de tentar convencer a sua parceira que anticoncepcional faz mal, é preciso explicar alguns pontos. O desejo sexual não está somente relacionada aos hormônios. Veja bem, é muito difícil medir a libido.

Tecnicamente, cada um pode ter a sua própria definição de baixa libido. É perfeitamente normal para as mulheres, assim como para os homens, que cada uma tenha uma libido diferente. Ficou claro? Nem todos os indivíduos tem igual desejo por sexo.

Outro ponto a se observar é que para as mulheres a excitação depende de uma série de fatores e estímulos. Além dos hormônios, existem outras coisas como emoções, estado do relacionamento, nível de confiança entre o casal, entre outros fatores. A libido é impactada por uma série de hábitos, para as mulheres tanto quanto para os homens.

Portanto, não podemos dizer que o anticoncepcional faz mal à libido e que parar de tomar a pílula seja a solução definitiva para o problema.

O que fazer quando a libido da sua parceira está em baixa

Caso seja uma situação esporádica, é muito fácil de resolver. Nesse caso, basta que você procure maneiras de estimular sua parceira e despertar o desejo nela. Uma forma de fazer isso é através do beijo, por exemplo. Um beijo que começa despretensioso e vai “esquentando” ajuda a mostrar à ela que naquele momento você está a fim de algo mais.

Se sua parceira teve um dia estressante no trabalho e aparentemente não está a fim de sexo, procure oferecer uma massagem relaxante. Use a massagem como uma forma de dar inicio a relação sexual e invista tempo nas preliminares. Isso com certeza vai ajudar sua parceira a relaxar e assim despertar o desejo dela por sexo.

Há também suplementos naturais que ajudam a aumentar o apetite sexual. Esses suplementos não possuem contraindicações e nem efeitos colaterais. São feitos a base de Maca Peruana, um vegetal de alto valor nutritivo e com propriedades ligadas a fertilidade e vitalidade.

Suplementos como o Blue Caps, por exemplo, regulam a produção de testosterona no organismo, mantendo seus níveis ideais, tanto para homens como para mulheres. Clique aqui para conhecer mais.

anticoncepcional faz mal

Depois de todos esses fatores explicados, aqui está o que você e sua parceira podem fazer caso ela esteja tomando anticoncepcional e esteja sofrendo com a baixa libido:

1. Converse com ela

Pense em quais outros fatores podem estar interferindo no desejo da sua parceira por sexo. Ás vezes, em um relacionamento de longo prazo, é normal que o clima esfrie um pouco. Outros medicamentos como antidepressivos e ansiolíticos são famosos por ter como efeito colateral a queda no apetite sexual.

Estresse, preocupação, ansiedade, problemas no relacionamento… todos essas são razões que podem estar interferindo na libido da sua parceira. É importante conversar bem antes de decidir jogar o anticoncepcional no lixo. Se for o caso, aconselhe que sua parceira procure com um ginecologista para averiguar o problema.

2. Considere trocar de pílula

Não é que todo anticoncepcional faz mal. Pode ser que a pílula que sua parceira toma atualmente esteja atrapalhando a libido dela. Isso não quer dizer que todas vão fazer a mesma coisa. Como falamos no começo, depende do organismo de cada mulher.

Não há como prever qual anticoncepcional terá qual reação em qual mulher. O corpo de todo mundo é diferente. Caso sua parceira considere trocar o anticoncepcional, é importante ela procurar um ginecologista para orientá-la e acompanhar de perto as mudanças e os resultados.

3. Tentar outros métodos contraceptivos livres de hormônios

Com a evolução da tecnologia, o que não faltam são métodos contraceptivos. O DIU (dispositivo intra uterino) poe ser uma boa opção. O DIU de cobre é totalmente livre de hormônios, portanto, não deve ter qualquer efeito sobre a libido feminina.

anticoncepcional faz mal

O DIU hormonal, mais comumente usado, também é uma opção válida, uma vez que não interfere na ovulação e a quantidade de hormônio absorvida pela corrente sanguínea é mínima.

A camisinha também é uma boa opção. Além da gravidez, ela também previne de doenças que podem ser transmitidas através do sexos, as DST’s. Uma vantagem da camisinha também é que ela ajuda a diminuir a sensibilidade peniana. Isso faz com que o homem consiga controlar a ejaculação e demorar mais tempo para gozar.

Seja qual for a percepção, o fato é que os métodos contraceptivos são indispensáveis em uma relação. O segredo é descobrir que é aquele que mais combina com o casal e aproveitar os prazeres sexuais com saúde e consciência.

Ficou alguma dúvida? Então manda pra gente nos comentários. Um abraço e até breve.

 

Este post foi inicialmente publicado em 12 de maio de 2015. Foi atualizado e reeditado em 2 de abril de 2018.

Já Deixou O Seu Comentário?

A Sua Opinião É Fundamental, Participe!

Leia tambem:

broxada

Deu uma broxada na hora H? Saiba o que fazer para não apagar o fogo dela!

benefícios da maca peruana

15 Benefícios da Maca Peruana na Saúde e Sexualidade Masculina

potência sexual

Melhore sua potência sexual mudando pequenos hábitos do seu dia-a-dia

AUMENTE SUA POTÊNCIA
EM APENAS 10 DIAS
COM ESTE EBOOK 100% GRATUITO!