É verdade que a Losartana® causa impotência? Descubra agora os seus efeitos.

losartana causa impotência
É verdade que a Losartana® causa impotência? Descubra agora os seus efeitos.
3.5 (70%) 2 votes

Losartana causa impotência sexual? Essa é uma dúvida muito comum entre os homens que precisam tratar a pressão alta e estão considerando usar essa medicação.

Esse é um temor justificável, porque ninguém deseja tratar um problema e adquirir outro, não é mesmo?

Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão, quando a pressão atinge níveis iguais ou superiores a 140/90 mmHg o indivíduo é considerado hipertenso. E os casos de hipertensão aumentaram na última década. Assim, mais pessoas estão buscando opções de tratamento. A Losartana é uma delas.

E então pode surgir essa preocupação nos homens hipertensos. Porque, afinal, existem muitos remédios que causam impotência. (Como antidepressivos, alguns analgésicos e remédios para problemas gastrointestinais, por exemplo.) Por isso, vale se questionar se a Losartana causa impotência também.

Portanto, nesse artigo iremos falar tudo sobre a Losartana numa espécie de bula simplificada.

Assim, além de saber se a Losartana causa impotência ou não, você também irá entender melhor como ela funciona e se ela é realmente o melhor tratamento para a hipertensão.

Então continue a leitura e aproveite o conteúdo!

Losartana: para que serve

A Losartana é um medicamento da classe dos antagonistas dos receptores da angiotensina. Mas o que é isso? Bom, vamos começar pelo termo mais complicado.

A angiotensina é uma proteína que estimula a constrição (ou seja, o estreitamento) dos vasos sanguíneos. Isso atrapalha a passagem do sangue, o que aumenta a pressão nas artérias.

Os receptores da angiotensina são as substâncias que permitem a transmissão desse estímulo vasoconstritor que irá ‘apertar’ os vasos sanguíneos. Então, como a Losartana é antagonista dos receptores, isto é, ‘inimiga’ deles, agora já sabemos exatamente o que a Losartana faz. Ela dificulta o estreitamento dos vasos sanguíneos, diminuindo, assim, a pressão arterial e liberando a passagem do sangue pelas artérias.

E qual a aplicação disso? Confira a seguir:

1 – Tratar a pressão alta

Losartan, Losartana, ou, ainda, Losartana Potássica (devido à substância ativa) é um medicamento anti-hipertensivo. Ou seja, auxilia no tratamento da hipertensão arterial, a pressão alta. Esse é o seu principal uso, porém existem outros, veja a seguir.

2 – Tratar insuficiência cardíaca

Ela também é indicado para o tratamento da insuficiência cardíaca como segunda opção. Ou seja, quando o tratamento com um IECA (inibidor da enzima conversora de angiotensina), o primeiro tipo de medicação para a insuficiência cardíaca, não é mais considerado adequado.

Assim, não é recomendado trocar IECA’s por Losartana, a menos que esses primeiros não surtam efeito.

3 – Reduz o risco de morte por problemas cardiovasculares

A Losartana Potássica é indicada para reduzir o risco de mortalidade por acidente vascular cerebral (AVC) e infarto do miocárdio em pacientes hipertensos.

4 – Auxilia no tratamento de doenças renais

A Losartana Potássica é indicada para retardar a progressão de doenças renais, principalmente em pacientes com diabetes tipo 2. Porém, caso a pessoa já tenha insuficiência

Losartana: efeitos colaterais

Como grande parte das alternativas artificiais, esse remédio para pressão alta possui seus efeitos adversos no organismo. E é nesse ponto que gostaríamos de chegar, pois a maior preocupação de homens hipertensos é se a Losartana causa impotência.

A notícia ruim é que sim, a Losartana causa impotência. Mas a notícia boa é que isso ocorre em menos de 1% dos casos. Porém, uma série de outros efeitos colaterais são observados devido ao uso da Losartana. Como, por exemplo:

  • Diarreia
  • Dor no peito
  • Tosse
  • Hipoglicemia
  • Anemia
  • Fadiga e cansaço
  • Queda da pressão
  • Tontura
  • Náusea
  • Dor abdominal
  • Congestão nasal
  • Ganho de peso
  • Infecções
  • Gastrite

Por isso, se observar qualquer um desses efeitos colaterais, a pessoa deve comunicar ao médico. Pois assim o profissional poderá avaliar uma possível troca de medicação ou mudança na dosagem.

Um alerta importante: evite a automedicação. Faça uso de remédios apenas com a receita médica e na dosagem devidamente indicada. Porque muitos efeitos podem ser evitados com esse simples cuidado.

Afinal, Losartana causa impotência ou não?

Como dissemos, a impotência se manifesta em menos de 1% das pessoas que fazem uso dessa medicação. Portanto, não é um efeito colateral comum da losartana. Ou seja, é um efeito colateral que pode acontecer, mas é com uma frequência de até 1/100.

Então, por ser uma ocorrência incomum, a orientação é que, se o paciente que faz uso de Losartana apresentar impotência sexual deve procurar o médico para uma avaliação mais detalhada, a fim de buscar outras possíveis causas.

Entenda melhor com o vídeo do canal ‘Doutor Responde’.

Losartana Potássica: Contraindicações

Alguns grupos possuem mais riscos ao consumir a Losartana Potássica. E, portanto, a medicação é contraindicada para pessoas com as características a seguir:

1 – Pacientes hipersensíveis ou alérgicos

Ou seja, aqueles que tenham hipersensibilidade à substância ativa ou alergia a qualquer um dos componentes do produto.

2 – Pacientes que também fazem uso de alisquireno

Pois o uso concomitante de Losartana Potássica com produtos contendo alisquireno é contraindicado para pessoas com diabetes mellitus tipo 2 e insuficiência renal.

3 – Gestantes a partir do 2º trimestre de gestação

A Losartana não deve ser administrado durante o segundo ou o terceiro trimestre de gestação.

Bula da Losartana (simplificada)

A seguir algumas orientações sobre como usar a medicação, encontradas na bula original do losartan:

Losartana pode ser administrado com ou sem alimentos.

Losartana Potássica pode ser administrado com outros agentes anti-hipertensivos. (Observando-se, no entanto, as interações medicamentosas com o alisquireno, por exemplo).

A dose usual inicial e de manutenção é de 50 mg uma vez ao dia, para a maioria dos pacientes. Porém, deve ser considerada a utilização de uma dose mais baixa para pacientes com histórico de insuficiência hepática ou cardíaca.

O efeito máximo contra a pressão alta é alcançado de 3 a 6 semanas após o início do tratamento.

Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.

Losartana nomes comerciais

A Losartana também pode ser encontrado no mercado como Losartan ou Cozaar.

Pressão alta causa disfunção erétil

Se a Losartana causa impotência de forma pouco frequente, a pressão alta, ao contrário, é uma das causas mais comuns da disfunção erétil.

Isso porque a ereção depende da chegada do sangue ao pênis. Se ele não chega porque os vasos sanguíneos estão entupidos, a ereção não ocorre. A hipertensão promove esse entupimento pois exerce grande pressão sobre as paredes das artérias, promovendo a vasoconstrição.

Então, se a pressão alta for tratada, o homem consegue reverter o quadro de impotência sexual. Porém, alguns médicos alertam sobre o perigo de se adiar o tratamento. Silvia Pinella, Médica Cardiologista no Hospital Sírio-Libanês, afirma que:

“Na verdade, a impotência é reflexo de um estágio avançado de entupimento vascular e não se consegue recuperar o que já foi lesado. Por isso, é importante iniciar o tratamento precocemente. Quanto mais cedo for feito o diagnóstico e controlada a pressão, melhores serão os resultados.”

Por isso, não ignore o problema. Pressão alta é coisa séria! Então procure já um profissional da saúde para que ele possa indicar o melhor tratamento para o seu caso. E, a fim de evitar os efeitos colaterais do losartan, já que a Losartana causa impotência, conheça a seguir alguns métodos naturais para controlar a pressão arterial sem remédios.

Como controlar a pressão naturalmente

Controlar a pressão arterial sem remédios é possível. Com simples hábitos como praticar atividades físicas 5 vezes por semana, emagrecer e diminuir o sal da alimentação, por exemplo, os resultados já podem ser observados.

Estas atitudes evitam que uma pré-hipertensão se torne a pressão alta. Além disso, essas medidas também podem ser indicadas antes de iniciar o tratamento com remédios, caso a pressão seja menor que 160/100 mmHg.

Mas se o paciente já iniciou o uso de remédios, o tratamento não pode ser interrompido. Entretanto, essas mudanças dos hábitos de vida também são muito importantes para potencializar os efeitos, permitindo até mesmo a redução das doses medicamentosas.

Assim, as principais atitudes que ajudam a controlar a pressão naturalmente, são:

1 – Manter o peso ideal

Calcule aqui seu IMC (Índice de Massa Corporal):

Powered by YAZIO

2 – Adotar uma dieta equilibrada

Rica em frutas, verduras, legumes, cereais integrais, carnes e laticínios magros.

3 – Ingerir mais potássio e magnésio

Pois esses nutrientes auxiliam o controle da pressão arterial e ajudam na saúde do coração. O Bull Caps é um suplemento alimentar que possui esses e outros minerais essenciais, além de extrato seco de alimentos estimulantes sexuais, como a Maca Peruana.

Assim, além do auxílio contra a pressão alta, obtêm-se o fortalecimento das ereções. Quer saber todas as vantagens do Bull Caps? Clique aqui e acesse o site oficial.

4 – Beber mais água

O ideal é cerca de 1,5 a 2 litros de água por dia.

5 – Consumir menos sal

Ou seja, menos de 6g por dia.

6 – Praticar exercícios regularmente

No mínimo por 30 minutos, 5 vezes por semana. Boas opções são: caminhar, correr, pedalar, nadar ou dançar, por exemplo.

7 – Largar o cigarro

Bem como substâncias entorpecentes e o consumo excessivo de álcool.

8 – Diminuir o estresse

Procurar realizar tarefas relaxantes e que lhe dão prazer é importante para diminuir o estresse. Dormir o suficiente também é uma boa dica.

Ficou ainda alguma dúvida? Deixe aí nos comentários.

Nos vemos em breve.

 

Abraços,

 

Equipe ECC.

Já Deixou O Seu Comentário?

A Sua Opinião É Fundamental, Participe!

Leia tambem:

tramadol

Cloridrato de Tramadol: O que é e para que serve

dapoxetina

Dapoxetina no tratamento da ejaculação precoce. Será essa a solução definitiva para o problema?

ervas naturais

Ervas naturais e naturopatia: medicina alternativa pode ser a solução para tratar disfunções sexuais

AUMENTE SUA POTÊNCIA
EM APENAS 10 DIAS
COM ESTE EBOOK 100% GRATUITO!